comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 22.07.12 às 21:49link do post | favorito

Nestes sistemas políticos que são, ou foram, postos em práctica, quem sofre são os trabalhadores, e os que não têm dinheiro...

 

Na ditadura, uma única entidade, sendo por vezes essa entidade uma pessoa singular, manda em tudo e todos, não havendo diálogo ou partilha do poder! Essa entidade manda e todos obedecem, e quem não obedece, é lhe aplicado coima, ou posto na prisão, ou pior, é morto.

 

Na democracia, várias entidades partilham o poder, as quais são chamadas de autoridades competentes, e no seu conjunto decidem e ordenam, sendo aplicado por outros! Esse conjunto manda e todos obedecem, e quem não obedece, é lhe aplicado coima, ou posto na prisão, ou pior, é morto.

 

Como costuma dizer o povo, a merda é a mesma...

 

Num cenário de, equidade, igualdade, fraternidade, liberdade, todos teriam condições para viver, mas para tal acontecer todos teriam que receber uma quantia monetária de cinco mil euros mensais, mantendo-se as tabelas de preço de venda ao público correntes. Ora, aqui é que começa o problema, se todos tivessem cinco mil euros para gastar mensalmente, ninguém (ou quase ninguém) trabalhava, ou seja, não haveria lojas, nem empresas, nem fábricas, ou seja, seria tudo importado, incluindo o pessoal para fazer as entregas da mercadoria... Esta é a razão principal porque os salários são baixos, em quase toda a Europa, porque é preciso que quem trabalha precise de dinheiro, para querer trabalhar... A outra razão porque existe desemprego, porque é preciso que quem está empregado precise do emprego, para impedir que abandone o posto de trabalho...

 

Depois temos entidades, geralmente religiosas, que defendem que praticar sexo por dinheiro é considerado a miséria da humanidade, e que se deve combater, este, e outros atentados à humanidade... Mas, é costume se encontrar na internet, e noutras publicações escritas, anúncios que procuram profissionais do sexo, prometendo ganhos na ordem dos três mil euros mensais, mas, qualquer pessoa, com um mínimo de imaginação consegue calcular que tal é mentira, se conseguir quinhentos euros mensais já é muito bom, porque quem coloca tais anúncios, depois cobra pelo uso dos espaços privados para a práctica do sexo, às próprias profissionais, já para não falar dos furtos que normalmente são usuais, sejam praticados pelos proxenetas, sejam praticados pelas polícias... Se uma relação sexual tiver um preço de cinquenta euros, terá que ter cerca de 60 relações por mês, ficando com os três mil, mas, depois tem de pagar as despesas, etc., ora 60 clientes por mês, por profissional do sexo, tendo tais clubes normalmente mais de vinte profissionais do sexo, basta fazer as contas, da quantidade de gente necessária, que procure sexo casual, para atingir três mil euros por cada profissional... Logo é impossível!

 

Até existe um paralelismo entre as profissionais do sexo e os trabalhadores profissionais, é que ambos depois de fazer o que lhes pedem, e após pagarem tudo, ficam sem dinheiro nenhum, e por vezes ainda ficam devedores... As profissionais do sexo, geralmente pagam, o local onde se mostram, o quarto privado, a protecção, etc., e os trabalhadores profissionais, geralmente pagam, o IRS, a taxa social, os cursos profissionais, o IVA sempre que adquirem produtos, etc., ou seja, no fim de contas, não chega nem para comer...

 

Mas, a verdadeira miséria da humanidade, e atentado à humanidade, são os sistemas políticos, seja a monarquia, seja a ditadura, seja a democracia...


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 01.05.11 às 00:05link do post | favorito

A PT informa, num anúncio, na TV (SIC e companhia), que a rede de fibra em Lisboa e Porto, implementada em 2010, é das melhores da Europa...

 

A estratégia da fibra deve-se a poder obtêr mais velocidade, mas, foi um mau investimento, porque a TMN, está a anunciar, no URL da TMN, que já está disponível, em Cascais, a rede 4G, a qual permite velocidades de 100 megas/s, a qual, no futuro, pode ser ainda maior.

 

Ora, a questão, é simples, se a TMN faz parte da PT, e se os directores da PT, já sabiam em 2010, que em 2011 chegava o 4G, para quê gastar tantos milhões em, fibra, e técnicos, e a estragar a paisagem urbana, com caixas de derivação e fios por baixo das varandas, e a furar paredes exteriores, para passar os cabos para dentro das habitações, se em termos de velocidade, será a mesma, com uma simples PEN de banda larga, podendo também o sinal de TV ser transmitido por esta forma...

 

Ou seja o 4G só tem pontos fortes, tipo, se uma habitação com 4G, vai de férias, leva o 4G, não tem de ter fios no interior da habitação, a TV não está presa à box, podendo ser levada para a cozinha, para o sotão, ou onde se quiser, tudo isto e muito mais, com um único ponto em comum, com a fibra, os programas, canais, e qualidade, são exactamente os mesmos...

 

Ou seja gastou-se milhões em fibra, para agora ficar no esquecimento, e ter um enterro lento e moroso... Venha o TGV que terá o mesmo fim, no presente do Japão e outros países desenvolvidos, usam o monocarril e o comboio levitado... Venha mais estradas que terá o mesmo fim, não haverá gasolina para todos, e os carros eléctricos não são trocados por carros a gasolina, mas dinheiro, o qual já não há.

 

É o enterro de Portugal e da sua república, a monarquia que descanse em paz, que agora vamos ter que levar com o socialismo, à moda da China...


mais sobre mim
Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


pesquisar
 
blogs SAPO