comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 23.05.11 às 23:10link do post | favorito

A legislação, os ideais, etc., é uma anedota de muito mau gosto, porque na sociedade comercial, armas de destruição do corpo humano, sejam colectivas ou singulares, têm valor comercial; ou seja, uma sociedade que dá valor, a objectos, cuja finalidade, é provocar o termo da vida humana, leva qualquer pessoa, com um pouco de inteligência, a verificar que a constituição da república não é válida, nem está em vigor, onde está estabelecida a sociedade comercial.

 

O artigo da constituição da república é claro, decretando que a vida humana é inviolável, no entanto o presidente da república é o supremo comandante das forças armadas, o que demonstra que não é presidente da república, mas, o opressor e inimigo da república...

 

Qualquer eleição para formar governo, ou mesmo junta, é inútil porque são viciadas, pela força das armas, aliás todos os que se opõem ao uso das armas acabam mortos, ou aleijados...

 

Todos já assistiram à democracia a ser implementada, no Médio Oriente, ou em África, sempre, com a presença de capacetes internacionais, os quais estão armados, para proteger os observadores internacionais, mas, também tais capacetes, oprimem os habitantes locais, e tornam todo o processo eleitoral, num processo pornográfico, que leva as crianças e outros, a tomar conhecimento da existência de tais armas e seu poder...

 

O mesmo acontece por cá, com a campanha eleitoral onde se vê, políticos, a explicar a velhinhas, que se não houver empréstimo, lhes cortam as reformas, ou seja, ou dão o que têm nas contas públicas, ou ficam sem as pensões... Ameaças verbais e demonstração de poder, que leva qualquer homem, a ficar indignado, como tais gajos não receberam educação, e que de facto só com apartheid, colocando tais políticos e outros gatunos, em reformatórios e outras instalações de correcção, para haver um pouco de respeito pela existência dos outros...

 

Mas até isso acabou, e por isso é o fim da democracia, e o fim de qualquer sistema, onde a força, e o poder, não sejam considerados... Os gangs (ou quadrilhas) ganharam e a educação perdeu... Agora só resta os poderosos do mundo, os quais vencem qualquer força, e que se indignam contra a opressão que sofrem, os agricultores, e pedreiros, e outros, que vivem das suas artes e ciências, mas que não sabem (ou querem) lutar pela força...

 

Os poderosos não são os países desenvolvidos, mas sim indivíduos, que vivem fora deste mundo, porque são superiores, em ciência, em mentalidade, em faculdades, e que sempre que visitam as cidades e lugares, atacam os que oprimem os humildes... Não são super-homens, mas são homens.


mais sobre mim
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

22
24
25
26
27
28

29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds