comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 11.06.13 às 14:50link do post | favorito

O Papa refere algo sobre corrupção e 'lobby gay' no Vaticano, mas, isso é a Organização das Nações Unidas (também conhecida por UN, United Nations).

 

sol.sapo.pt/inicio/Internacional/Interior.aspx?content_id=77781

 

Esta organização é uma organização criminosa, que visa o controle mundial, através do recrutamento de mercenários, os quais são pagos com recursos bélicos, e como tais mercenários procuram o enriquecimento, usam tais recursos bélicos para roubarem as populações do mundo inteiro. Ou seja, recebem armas da ONU para implementarem o controle dos locais onde se estabelecem, e ao mesmo tempo furtam e roubam os trabalhadores locais, os quais já estavam estabelecidos nesses locais, com o intuito de enriquecerem as suas bolsas (os mercenários).

 

Em Portugal, são conhecidos por, P. S. P., G. N. R., e na retaguarda temos todos os militares, e actualmente também existe os chamados seguranças, que são empresas privadas, que visam o transporte de valores elevados, e assim conseguem saber a localização das riquezas...

 

A UN também recruta indivíduos, os quais estão descontentes com o apoio nacional, e como tal aderem à UN ficando sem nacionalidade, passando a referir-se a si próprios, como cidadãos do mundo, mas, tal não existe, e novamente o que a UN faz é entregar nas mãos desses recrutas, armas de fogo, e químicas, e insectos, e após a instrução (lavagem cerebral) de que têm direito à produção nacional sem a legal aquisição, passam a furtar e roubar tudo e todos, para terem direitos sobre aquilo que queiram adquirir, mas, sempre sem dinheiro legalmente seu. Também tais indivíduos têm o hábito de usar as igrejas, desde, católicas, envangélicas, testemunhas de jeová, etc., para conseguirem se aproximar e tocar naqueles que habitam localmente.

 

Lisboa, já está apenas com cerca de meio milhão de habitantes, o que demonstra bem o estrago, que anos e anos, de cidadãos do mundo, presentes em Lisboa, os quais vivem às custas dos lisboetas, e o que se manifesta por muitos homicídios, e por conseguinte grande diminuição da população. Não existem é certidões de óbito, porque existe indivíduos que se fazem passar por dez identidades, com recurso a máscaras de pele artificial, e cabeleiras, sendo os corpos desmanchados e vendidos em talhos e outros produtos que contenham proteínas...

 

Bem-vindo (ou não) à terceira guerra mundial!


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 17.05.13 às 18:58link do post | favorito

Agora, essa multidão de corruptos, também conhecida por funcionários públicos, vai ter que passar, a ter o hábito de incluir na sua alimentação, insectos...

 

diarioagrario.blogspot.pt/2013/05/onu-aposta-em-insectos-como-alimento-do.html

 

Sim, que essa multidão de corruptos manda na gente todos, mas, quem manda neles é a ONU, essa organização que governa o mundo, e esses funcionários não trabalham para países, porque estão lá em cima, no topo, e o topo é trabalhar para o governo do mundo, que o país é coisa muito pequenina...

 

Eu cá acho que a ONU não vai andar de rabo espetado para o ar a apanhar insectos por esse mundo fora.

 

Eu cá acho que a ONU vai classificar as condutas de esgotos e lixeiras como património mundial, e fazer desses locais viveiros de insectos (porque já estão cheios deles). Ou seja, se o bicho nasce no meio do esgoto, e se passa a vida a pisar fezes, e depois é capturado e vai parar no prato da mesa dessa gente, não será o mesmo que estarem a comer merda?

 

O problema é que eu acho, que depois de provarem, nem notam a diferença, e alguns até vão gostar, simplesmente porque toda a vida comeram merda e nem vão notar a diferença (é peixe do esgoto dos rios e mares, é marisco do esgoto das rias, é hortícolas plantadas no estrume, etc.)...

 

Eu cá acho que a ONU tem fábricas, onde as fezes e urina são a matéria-prima, e produzem, pudim, chocolate, cerveja, etc., e agora vão passar a produzir, gafanhoto, barata, etc., mas, é sempre fezes e urina, só muda a forma e a cor. Mas, não tenho provas, só acho que assim faz muito mais sentido, pois passamos a vida atolados em merda!


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 20.10.12 às 00:07link do post | favorito

Pois, nisto da república portuguesa, o tratamento que o cidadão recebe é merdoso! Claro que seja a república portuguesa, ou outra república, a tabela de impostos deve ser exactamente a mesma, tal como o valor da retribuição recebida por prestação de trabalho deve ser igual, conforme tabela publicada pela ONU (Organização das Nações Unidas), a qual publicou também a classificação das profissões pela OIT (Organização Internacional do Trabalho)...

 

Ou seja, na teoria, um profissional, tipo secretária, devia ter a mesma retribuição, quer exerça em Portugal, quer exerça em Espanha, quer exerça na Alemanha, etc., mas, na práctica, o patrão português negoceia com cada trabalhador, que contrata, o valor mensal a pagar a esse trabalhador, o qual por acaso é sempre inferior à tabela da ONU, valha-nos São Guterres, o qual está no tacho lá nos gabinetes da ONU.

 

O tratamento é ainda pior do que podem pensar, pois sempre que um trabalhador vai às compras, recebe mercadoria em mau estado! Toda a mercadoria, tecnológica, disponível no mercado nacional português é lixo, e no entanto é tudo novinho em folha, ou seja, nunca foi usado... O problema é que, por exemplo, os computadores, estão todos fora de prazo, ou seja, foram fabricados recentemente, mas, com peças fora de prazo, tipo, placas, condensadores, circuitos integrados, etc., e o que acontece é que tais componentes deviam ter sido utilizados à vários anos atrás, porque um componente eléctrico, desde a data do seu fabrico, tem um prazo de vida útil, quer seja usado ou não, ou seja, depois de acabar o prazo devem ser inutilizados, mas, acabam sempre nas fábricas que fornecem Portugal...


mais sobre mim
Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds