comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 31.03.14 às 00:04link do post | favorito

O 25 de Abril até tem aniversário, faz 40 anos; este Portugal só dá para rir.

 

Uma revolução significa quando alguém decide tornar-se independente, se fôr dependente, e vice-versa. Ou seja, um gajo que nunca trabalhou, e entra numa revolução, vai passar a trabalhar, e se não o fizer, não houve revolução. O problema destas revoluções a dois é que geralmente a parte que conduz a outra parte à revolução, não vai fazer revolução, só quer que outros o façam (assim fica mais para essa parte).

 

Estão bem a vêr, passar a produzir tudo, desde o sabonete ao vestuário, desde o papel higiénico à alimentação, etc., o que é uma loucura, alguém ser dependente a tantos níveis, querer fazer parte de uma revolução.

 

O problema é que essa gente da política e democracia vai para essa profissão para ganhar dinheiro, ou seja, a legislação, e regulamentos, e estatutos, etc., que se lixem, desde que consiga sacar mais dinheiro, viola tudo e todos! No fundo a experiência mundial com, as revoluções, e as democracias, e as repúblicas, etc., é que são exactamente como a bolsa, o mercado de valores, no sentido que quem entra nesse mercado faz-o para ganhar dinheiro, e ganhar muito, e assim que o tiver, pira-se do mercado, pois sabe que se ficar no mercado acabará por perdê-lo.

 

Por isso é que Portugal tem tanta dívida, e falta de dinheiro para a pagar, porque os políticos e outros, que entraram no 25 de Abril, já conseguiram o dinheiro que procuravam e piraram-se do 25 de Abril, agora os que ainda lá estão que se matem uns aos outros para ficarem com as sobras...


mais sobre mim
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
15

16
17
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO