comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 27.02.15 às 19:53link do post | favorito
Foi notícia que os processos, em tribunal, mais importantes (não devia haver VIPs na justiça), estão guardados em garagem:

http://www.oa.pt/Conteudos/Artigos/detalhe_artigo.aspx?idc=44373&related=1&ida=139766 http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=761273

Os mais importantes?!? Um deles é o do Sócrates... Seja como fôr, o tribunal não é a justiça, a justiça é apenas uma pequena secção de um tribunal, e tribunal nenhum neste mundo existe sem um arquivo à altura, pelo que todos os processos que estejam fora desse arquivo, seja em garagem, seja em prédios antigos, seja noutro local, só pode significar que tais processos não existem, e que são fora do âmbito do tribunal, ou seja, negócios particulares.

E no caso do Sócrates como está fora dos arquivos do tribunal, só pode significar que a prisão do Sócrates é uma farsa, e um tapa olhos para os que perderam o dinheiro, o tal dinheiro que o Sócrates diz ter entregue, e os que perderam o dinheiro nunca mais o vão ter de volta, mas se calhar o dinheiro também está na garagem, e todos os falsos justiceiros, e guardas prisionais, e polícias, estão todos a trabalhar e a serem pagos com os tais 20 milhões, isto só do processo do Sócrates, fora os milhões dos outros processos.

Pelo que existe dois tribunais, o verdadeiro com arquivo, e o falso com os processos aos pontapés pelos cantos e paredes de salas e corredores... Mas, ambos usam as mesmas salas de audiências, ambos usam as mesmas secretarias, etc., mas como os tribunais verdadeiros apenas estão abertos em certas e determinadas alturas do calendário, todos os que lá vão fora desse horário acabam nos tribunais falsos. O problema é que na polícia acontece o mesmo, o que leva a população a odiar essa gente, porque a farda não faz o polícia, e não à como os distinguir, apenas quando a população começa a levar pancada ou tiros é que toma conhecimento que não é polícia, apenas mais um criminoso fardado!

Deve ser por isto que o falso pápa Francisco (o gajo era o pai do Paulo "banana" em Lisboa, São Domingos de Benfica, na rua Cândido Figueiredo, vinte anos mais tarde era o porteiro da discoteca em Santo André na costa Alentejana, sempre a ameaçar as pessoas de morte, e a ficar com o dinheiro das tendas do parque de campismo, e actualmente pápa no Vaticano) continua em liberdade, pois o que fez ao pápa Ratzinger, quando este esteve em Lisboa, no Terreiro do Paço, é algo digno de prisão perpétua, e agora é vê-lo com o anel e as roupas do pápa, a atacar todos os que têm título Dom (o último o Dom Clemente), usando de farsa para o levar à falsidade e engano (título de cardeal dado por falso pápa é vigarice, e um Dom não pode vigarizar, ou pode?)...

mais sobre mim
Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28


pesquisar
 
blogs SAPO