comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 30.07.14 às 00:45link do post | favorito

Outro grave problema do sistema português de saque ao trabalhador é que além de anular a retribuição do trabalhador, causa doença e mau estar ao trabalhador, ou seja, prejuízo grave. O ideal é não trabalhar por retribuição, ou seja, trabalhar por gosto e dedicação à profissão, porque a retribuição é tirada toda sempre, e mais alguns euros ainda, ficando o trabalhador devedor.

 

Um exemplo, que todos os trabalhadores sofrem na pele, literalmente, é a água canalizada, a qual é fornecida a habitações falsas. A água de esgoto, antes de ser despejada no mar tem de ser tratada, e assim é feito, só que a entidade que faz o tratamento não tem dinheiro pelo que o trabalhador tem que pagar pelo serviço, ou seja, sempre que o trabalhador abre a torneira na sua habitação, paga a água que gasta, a qual é a tal água de esgoto tratada... A água antes de ser despejada no mar, passa pela habitação do trabalhador, por isso a água na praia de Caxias no distrito de Lisboa, e arredores, está cheia de pedacinhos de fezes... Também acontece a mesma situação na pequena enseada na praça do Comércio em Lisboa... E porque tal acontece? Porque as habitações onde vivem os trabalhadores não são habitações destinadas a ser habitadas por seres humanos ou animais, são destinadas e foram edificadas para o propósito de servirem de caixa de ar aos esgotos tratados, só que os corruptos e oportunistas do alheio fizeram adaptações, com torneiras e louças e electricidade e assim, em tais habitações e fizeram contratos de arrendamento ou venda, enganando (por vezes não), aqueles que passam a habitar tais lugares fedorentos. Essas habitações apenas teriam águas correntes sempre que a entidade que trata esgoto a descarrega-se!

 

Esta situação aplica-se a montes de situações no sistema português. Por exemplo, muito do alimento vendido em hipermercado é na realidade fezes humanas (www.dailytech.com/Japanese+Make+Delicious+Nourishing+Steaks+From+Human+Feces/article21932.htm), e aposto que no Japão existe uma notícia igual a esta a dizer que em Portugal existe cientistas que conseguem produzir carne a partir de fezes... Acho que já comi muita merda nesta vida, e o pior é saber que vou continuar a comer, isso ou deixar de comer, ficando, ou correndo o risco de ficar, anoréxico!


mais sobre mim
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

28
29
31


pesquisar
 
blogs SAPO