comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 14.01.14 às 22:23link do post | favorito

Não existe república portuguesa, nem governo português, nem estado português, mas, existe população, ou seja, aglomerados de indivíduos, que na maioria das vezes apenas são vizinhos, sem qualquer outro laço entre eles, além de residirem na mesma localidade...

 

O que também existe é bens, a tão desejada e procurada mercadoria, desde artigos réles aos artigos de requinte, de tão belo ou perfeição apresentada. E é aqui que se prova que não existe autoridades por aqui, porque a papelada, a burocracia, que diz que isto pertence a fulano tal é coisa de ladrões. Se não houvesse ladrões no seio da população, não haveria necessidade de registos que digam o que pertence a quem, pois os respectivos donos saberiam o que lhes pertence e o que é de outros... Ou seja, quando as brigadas de trânsito mandam parar um veículo, e pedem a respectiva documentação, estamos perante, sempre, do conluio da parte dessa brigada em que tal condutor utilize o veículo sem que este lhe pertença, porque a papelada é coisa de ladrão! Quando é o legítimo titular do proprietário, diz logo, o que querem vocês, o veículo é meu, não preciso da vossa inspecção, tenho dito, e vai-se embora, e é aqui que a brigada vai atrás dele para lhe apreender o veículo, ou seja coisa de ladrão organizado, pois o veículo acaba num parque, donde só sai após pagamento!

 

Tudo o que existe neste território nacional é do povo, que é como quem diz, é de quem lhe deitar a mão, o resto é histórias, e quando se paga avultadas somas monetárias, seja, por um veículo, seja, por uma casa edificada, seja, por uma fábrica, quando se deixa de ter o usufruto dessa coisa, sem sequer ter conhecimento do que aconteceu a tal coisa, ou no caso dos imóveis, deixar de poder lá entrar, estamos perante o caso de, ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão (lá diz o ditado), porque ladrões são aqueles que querem possuir algo...

 

Ora, se houvesse, estado, governo, república, não seria necessário, declarações de IRS, registos prediais, e outras situações similares.

 

Tira a mão pá, que é tudo meu!


mais sobre mim
Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
15
16
17
18

20
22
24
25

26
27
28
29


pesquisar
 
blogs SAPO