comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 31.01.14 às 00:56link do post | favorito

Coisas como a cidadania, referindo-se apenas a uma pessoa, faz-me sempre pensar no tempo da escravidão, e a escravidão não tem a vêr com, a cor da pele, o dinheiro, tem a vêr com o poder, o poder das armas sobre a outra vida. Claro que o dinheiro pode comprar mãos com armas. Voltando à lei, todos vocês não são juízes, e por isso não têm qualificações para interpretar a lei, eu não sou um cidadão, e nem vocês são cidadão, também. Cidadão é um grupo de pessoas responsáveis ​​por aqueles que tiverem cartões de identificação emitidos por esse cidadão, então, por favor, todos vocês estão falando sobre as taxas e as leis, e tudo o que eu ouço é escravidão, quando muitos polícias tentam apoderar-se do que apenas uma pessoa possui, seja, o João, a Vânia, vocês o nomeiem!

 

Sim, a lei diz que o cidadão não pode ser deportado, mas, isso são, os deputados, e o xerife, e outros que tais, os quais não podem ser deportados para a prisão. Pessoas como, o Mário Soares, os quais tiveram na prisão, são tipo, escravos... Logo tais gajos que aparecem na ARTV não são deputados, pois são da mesma classe que o Mário Soares, e por isso podem ser deportados para a prisão!

 

Os polícias têm aparente poder sobre as vidas dos outros, mas, acho que não é bem assim. Aliás creio que os mortos, os corpos desses assassinados, que apesar de já não terem existência no nosso meio, porque não estão visíveis aos nossos olhos, continuam muitos deles a andar na face da Terra. E é por isso que os que matam ficam em graves situações, pois a lei obriga, tais mortos, a atormentá-los. E também, é por isso, que não estamos já todos mortos, mas, apenas considerados, escravos, por tais polícias...


mais sobre mim
Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
15
16
17
18

20
22
24
25

26
27
28
29


pesquisar
 
blogs SAPO