comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 07.01.14 às 00:40link do post | favorito

Nasceu preto e preto morreu.

 

Pouco mais se pode dizer do Eusébio...

 

Mãe de preto é mulher recta, quando o Eusébio nasceu, olhou para ele, e disse, não pareces sábio, porque ela queria chamar-lhe Eusábio, e disse bom, sábio não dá, ficas sébio, e assim o baptizou Eusébio...

 

O facto é que, não gostei da cerimónia fúnebre, não gostei do corpo estar dentro de um estádio (estabelecimento desportivo), não gostei da multidão que passou à beira do defunto, não gostei de nada; até acho que se o Eusébio foi assim uma pessoa importante para essa multidão de gente, o mais respeitoso e bonito, seria não aparecer ninguém, ficando o defunto sempre só, como que dizendo o povo, descansa em paz, e só aparecia toda a multidão no cemitério para a cerimónia fúnebre (já com o caixão fechado), e tudo em silêncio em respeito e consideração para com os familiares do ente em questão!

 

Enfim, falou mais alto o casual do que o formal, e o formal é que deve ser praticado nas cerimónias!


mais sobre mim
Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
15
16
17
18

20
22
24
25

26
27
28
29


pesquisar
 
blogs SAPO