comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 26.12.13 às 18:59link do post | favorito

O Cristo acabou de nascer, e agora vai estar na engorda, para a matança na Páscoa, e depois é sempre a comer pão... O Cristo disse, comei este é o meu corpo, ou seja, o pão, é feito com farinha animal, nomeadamente, mortos, ou seja, todos os que comem pão são canibais, e ele, o Cristo, ensinou que o cadáver tem de ser reduzido a farinha, porque as carnes tenras e frescas humanas, causam tremores, tipo Alzheimer, que é isso que eles fazem, envenenam os velhos (aqueles que têm Alzheimer) com carne humana, porque, (novamente) o Cristo disse, fazei aos outros o que quereis que vos façam (os cabrões dos velhos, nos lares de idosos, comem tudo o que lhes metem à frente), e assim, um velho que come carne humana, também vai ser comido (lógica da batata)...

 

Os católicos há muito que definiram a loucura num patamar muito alto para o comum dos mortais, aliás, sempre que um mortal afirma ser louco, os católicos riem-se, dizendo, és um menino, ao pé de nós!

 

Mas, o Natal do comum dos mortais, até é agradável, músicas bonitas, decorações espectaculares, e manjares dos deuses, tudo regado por boa pinga... E ainda presentes feitos por gnomos e transportados pelo Pai Natal.

 

Já o actual pápa, é o maior deles todos (granda galo), ou seja, o que mais matou humanos, nos seus tempos de porteiro de discoteca (Marés Vivas) na costa Alentejana (se o gajo é argentino, eu sou chinês, o último sobrevivente).


mais sobre mim
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

16
17
18
19
21

22
23
24
25
28

29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO