comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 16.11.13 às 17:28link do post | favorito

Nas grandes anormalidades temos a classe médica, ora, um médico é um mecânico do corpo humano, ou seja, sabe, endireitar ossos, reparar tecidos, transplantar orgãos, mas, é tudo uma ilusão, e só um tolo não percebe, que tais licenciados são apenas gajos que fazem tudo por dinheiro... Se uma operação custa cinco mil dele, mas, uma encomenda pendente de orgãos humanos rende cinquenta mil, quem acha que o médico vai optar por operação bem sucedida, ou mal sucedida, e cujos orgãos são aproveitados para outras operações? Até porque já existem máquinas que fazem as operações...

 

Aliás é a mesma situação noutras profissões, onde tudo é, vigarizado, aldrabado, inflaccionado, para render mais uns dinheiros, a única coisa em comum, é que é feita por licenciados... Também, os governos, e taxas, e outras burocracias, é tudo aldrabices, sem enquadramento legal, cujo único propósito é fazer os outros perderem tempo com, regulamentos, e papelada, e menos dinheiro, para que seja mais difícil e moroso, realizar os trabalhos; depois é vê-los a despejar tudo e mais alguma coisa no oceano, e na atmosfera, a fiscalizar os outros, e com o aval do governo.

 

Felizmente, que as máquinas ganharam, e são máquinas que fabricam outras máquinas, para fabricarem tudo e mais alguma coisa... Depois veem os licenciados, especialmente, os oficiais, sejam, militares, polícias, guardas, ou fiscais, e toca a danificar as máquinas porque elas são a causa de não haver emprego, e pior, ajudam a contabilizar o que cada um ganha, podendo servir de prova que alguns têm mais do que ganham!

 

Depois as famílias, face à sua miserável existência, têm esquemas para tudo, sendo o mais vil e cruel, o rapto, ou a troca, de recém-nascidos, com o intuito de neutralizar a concorrência, sendo tais crianças maltratadas em tenra idade, e danificadas gravemente para se tornarem adultos incapazes de terem a força necessária para o trabalho, pois os trabalhos são tão escassos, que fazem tudo para os realizar, chegando mesmo a criar empresas de fachada, para ocupar multidões de gente onde nada há para fazer! Até pagam para tornarem os outros inválidos absolutos, e pagam as pensões, tudo para ganharem os salários mais chorudos! Etc.

 

Mas, o facto é que ninguém quer coisas produzidas por mão-de-obra, todos querem a perfeição das máquinas... O que explica porque não existem máquinas para, nos removerem, as fezes, e urina, e súor, e nos lavar, e limpar, e secar, porque tal procedimento é feito por quem pode, e quando já não pode, será maltratado pelos anormais dos licenciados, que nem abutres, mas, abutres em busca das riquezas acumuladas ao longo da vida.

 

Enfim, o mundo ideal é aquele em que as lojas e distribuição seja todo feito por máquinas, para acabar com a adulteração dos produtos, e tal só não existe em pleno século XXI, porque o que as máquinas produzem não chega para todos, ou seja, está tudo comprado e com destino, e os restantes comem e bebem o que os outros evacuam, excepto em alguns casos de furto de tais produtos, e que acabam distribuídos nas redes de distribuição realizadas por humanos.

 

Um verdadeiro desafio, viver e sobreviver, nos aglomerados urbanos, onde tudo parece ser óptimo, onde tudo parece ter qualidade, mas, com o passar dos anos, fica provado que não é assim, pois os corpos vão apodrecendo, sendo mais visiveis os estragos, nos dentes, nos cabelos, na pele, de quase todos nós!


mais sobre mim
Novembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15

17
18
19
20
22
23

26
27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO