comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 28.07.13 às 16:02link do post | favorito

Se todos me derem um euro, eu não preciso de trabalhar...

 

Esta frase é o que define a cidade! Tudo começa na aldeia, onde o presidente da aldeia, pede aos seus conterrâneos que lhe dêem um quilo de cada colheita, para que ele possa se dedicar à aldeia?!? Depois a aldeia passa a vila, e a vila passa a cidade, e o cidadão diz, se todos me derem um euro, por ano, eu não preciso de trabalhar, o problema, é que segundo o Passos Coelho, cada português deve vinte mil euros, o que significa que existe vinte mil cidadãos, vezes, o número de cidades portuguesas, o que perfaz a quantia monetária de vinte mil euros, ou seja, cada habitante tem de pagar um euro a cada cidadão local (o que é impossível, porque são mais que as mães)...

 

Mas, o facto, é que eu sei que não sou importante, não sou alguém (sou o chamado, zé ninguém), e a diferença, é que esses cidadãos dizem, que, são alguém, que, são importantes, e até conseguem convencer outros a dizer, que, eles são excelências, mas, a única coisa, que, são é mentirosos, pois, quando se vêem ao espelho, mentem a si próprios! Uma cambada de pelintras que vivem da riqueza alheia.


mais sobre mim
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

15
17
18

21
23
24
25
27

30
31


pesquisar
 
blogs SAPO