comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 14.07.13 às 14:08link do post | favorito

Quem defende um regime democrático, ou seja, todos votam e aquele que tiver mais votos implementa o seu programa eleitoral, segundo a ideologia do seu partido político; na práctica acaba sempre por se verificar o mesmo resultado, a exploração nacional, que visa subtrair a quem quer que tenha riqueza, sem o consentimento desse, ou seja, a imposição da vontade de um colectivo sobre aquele que tem riqueza; é mais tipo escravatura onde os que implementam o regime vivem às custas dos que não o implementam (mas são estes que acabam a pagar as contas)...

 

Além disso, as famílias e os filhos de fachada, de muitos, que servem de testemunhas que tais famílias são funcionais, depois na prática, os verdadeiros filhos, os quais estão noutras casas, gastam milhões de euros anuais, ficando os filhos de fachada com o nome e a imagem manchados, pois nem sequer têm conhecimento dos negócios feitos em seu nome, e usando a sua imagem, ou seja, outro corpo, usa mascára de borracha (imitação perfeita de pele) e cabeleira postiça, fazendo-se passar por outrém nos actos administrativos. Os filhos de fachada são, geralmente, crianças, raptadas, vendidas pela mãe, orfãos ou abandonados ao cuidado do estado, etc., o que causa grande desconforto e confusão às famílias verdadeiras.

 

Enfim, o facto é que não existe uma democracia, onde a votação resulte em as pessoas singulares sejam bem tratadas, com direitos verdadeiros, com existência digna, tudo porque, geralmente, nem a coisa mais básica, como água potável limpa, se tem direito, pois a água canalizada das habitações está cheia de agentes químicos (cloro, etc.)! Não existe nenhum partido político que defenda uma sociedade onde qualquer um tenha um rendimento mensal, dez vezes superior ao necessário para uma existência digna, aliás é sempre o oposto, dez vezes inferior ao necessário, apenas os filhos que usam esquemas com os pais e usam várias identidades conseguem grandes quantias de dinheiro, os quais, geralmente, usam tais dinheiros, fruto de burlas, em vícios caros...


mais sobre mim
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

15
17
18

21
23
24
25
27

30
31


pesquisar
 
blogs SAPO