comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 25.11.13 às 20:40link do post | favorito

Será que estão a inaugurar campo de concentração em Borba? Será que continua a haver troca de identidades em pleno século XXI? Será que o terror está permanentemente à porta?

 

sicnoticias.sapo.pt/pais/2013/11/25/governo-quer-mais-envolvimento-de-instituicoes-sociais-privadas-na-educacao-e-saude

 

Uma aparente inocente inauguração, de um Centro para Deficientes, leva a questionar a sanidade mental do primeiro-ministro, porque, existem milhares de crianças em risco (cerca de nove mil, segundo os noticiários), existem milhões de pessoas adultas e idosas a passar necessidades básicas (frio, fome, higiene), e o primeiro-ministro gasta o seu tempo a inaugurar um Centro que irá cuidar de indivíduos incapazes de cuidar, e de se defender, deles próprios, e dos outros, o que não faz sentido no panorama nacional, onde todos os dias, veículos são furtados, pessoas são assaltadas, tudo com violência se necessário. E a polícia em todo o lado, menos onde tais actos ocorrem, estações de comboio, parques de estacionamento, via pública, etc.; o que demonstra a total conivência das autoridades locais e internacionais, aliás quem duvide, pergunte a quem já ligou para o 112, nesses casos.

 

Tudo indica que o Passos Coelho, o corpo humano que diz ser o primeiro-ministro, não é quem diz ser, ou seja, algures quando o verdadeiro Pedro Passos Coelho era apenas um adepto da juventude social-democrática, um gajo, quase de certeza da Damaia (concelho da Amadora), deu o golpe fatal ao verdadeiro e passou a assumir a identidade do Passos Coelho; o mesmo se aplica ao Hélder Rosalino, o qual habita, ou habitava, junto à rotunda das piscinas da Damaia, e que todos os jovens de 1989-1994, o conhecem bem do café Papillon, onde o alcóol e a droga abundava.

 

Ora posto isto, sendo como factos prováveis, só resta deduzir que foram apanhados, e agora são obrigados a trabalhar para aqueles que têm o monopólio dos assassinatos e troca de identidades. E o Centro para Deficientes não é mais que onde colocam os verdadeiros corpos dos Passos Coelho deste mundo, e lá estão, com danos mentais graves, quase sempre a babar-se, sem conseguir sequer articular um vocábulo (não vá o diabo tecê-las)... E são estes corpos que ninguém sabe de onde vêm, e há sempre uma velhinha que dirá que nasceu assim, lá na casa da não-sei-quantas! Terror mesmo.

 

O mesmo no caso da GNR em Pinhal Novo, onde o dono do café é o GNR que dizem que morreu, pois aquela foto é dele em novo (este esquema é muito usado para ter direito a pensão de viuvez, ou indemnização aos familiares)... É tudo cenário de ocorrências falsas! E depois lá vem novamente a velhinha dizer e mostrar onde morava o GNR (treta, a velha deve ser a viúva do GNR, o qual está vivo e a trabalhar no seu café)... Chiça que terror, pois nesse café, nem um copo de água deve estar em condições?

 

Além de tudo isto, porque gastam os governos fortunas nestes estabelecimentos, quando o facto é que nunca ninguém ouviu dizer que foi inaugurado um refeitório que sirva refeições a pessoas carenciadas (mesmo que fosse cobrado um euro por menu), ou seja, uma pessoa com insuficiência económica fica isento de pagar taxas moderadoras, mas, tem de pagar os medicamentos, e tem consultas no serviço nacional de saúde de borla, mas, medicamentos e alimentos não (tem de recorrer a instituições privadas, as chamadas de solidariedade); muito estranho, quando tais instituições só servem para distribuir o lixo que os outros doam, sendo o maior depósito de vestuário usado a igreja católica...


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 24.11.13 às 20:58link do post | favorito

Quase em 2014, e estamos perante a mesma situação dos séculos passados, onde todo o território Ibérico, nomeadamente a Península Ibérica, continua abandonada, onde a força bruta, e o armamento bélico, manda!

 

O holocausto da 2.ª Guerra Mundial, não é nada do que os historiadores relatam, pois o que aconteceu foi que, os judeus pagaram aos nazis para matarem corpos humanos, para que os judeus deixassem de ter identidade judeia, e passassem a ser cidadão europeu. O problema é que o judeu muda de nome, mas, não muda de mentalidade, nem deixa de praticar judiarias...

 

Portanto, aqui na Península Ibérica, temos que levar com dois estados, o português, e o espanhol, na sua maior parte constituído por judeus e nazis, e montes de gente, que esses raptam, pois a sua mentalidade os obriga a estarem rodeados de corpos humanos dispensáveis, geralmente essas pessoas são mutiladas à nascença, para ficarem débeis mentais, e ao mesmo tempo com um reduzido tempo de vida (40 a 80 anos)!

 

Felizmente, que os Ibéricos, sempre cá estiveram, e os portugueses e os espanhóis chegaram depois. Além disso há portugueses, que são portugueses dos PALOP, ou seja, nem europeus eram, e agora são... Pessoalmente não sei dizer quem sabe pior, se um português, se um espanhol, pois quando os comi, nunca sei dizer a origem da carne (cortesia da restauração e talhos)... Mas, que dão indigestão dão!

 

Por isto e muito mais, temos montes de identidades, que nada serve para propósito algum, sendo apenas uma classificação, e um registo, de onde estão certos tipos de sangue, e orgãos, e doenças, sem que tais pessoas tenham quaisquer direitos, sendo apenas mantidos em liberdade aparente, por poder haver necessidade de alguma coisa que esses corpos sejam portadores.

 

O facto é que continua a haver gente mascarada a circular no nosso meio, por vezes, duplas, triplas, e até mais identidades, pois mortos há muitos, certidões de óbito com cadáver é que não!


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 21.11.13 às 01:04link do post | favorito

Mais uma privatização em curso, para sacar dinheiro aos tolos...

 

expresso.sapo.pt/privatizacao-dos-ctt-arranca-hoje=f841707

 

Mas, o que está a ser privatizado, pois, qualquer que conheça o mercado dos correios, saberá que o CTT, é o cliente, e os serviços que realizam o trabalho dos correios, vestem a farda de acordo com o cliente, ou seja, se o cliente fôr, por exemplo, o UPS, eles vestem a farda da UPS, e quando se visita uma empresa, cujo um dos clientes, é o CTT, é claro, que estarão a usar fardas com marca CTT, para que o seu supervisor, saiba a quem imputar as custas do resultado...

 

Em resumo, todos os que adquirirem privatização CTT, vão estar a tornar-se titulares de um cliente dos correios, ou seja, ficam cliente, ou melhor com parcela de cliente, em função dos títulos totais emitidos, e dos títulos adquiridos; logo aqui está uma das maiores vigarices, pois anuncia-se um total de títulos inferior ao verdadeiramente emitido, e consegue-se sacar dinheiro, e ao mesmo tempo ficar com a parcela maioritária do objecto em questão!

 

Ah! Portugal dos pequeninos.


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 16.11.13 às 17:28link do post | favorito

Nas grandes anormalidades temos a classe médica, ora, um médico é um mecânico do corpo humano, ou seja, sabe, endireitar ossos, reparar tecidos, transplantar orgãos, mas, é tudo uma ilusão, e só um tolo não percebe, que tais licenciados são apenas gajos que fazem tudo por dinheiro... Se uma operação custa cinco mil dele, mas, uma encomenda pendente de orgãos humanos rende cinquenta mil, quem acha que o médico vai optar por operação bem sucedida, ou mal sucedida, e cujos orgãos são aproveitados para outras operações? Até porque já existem máquinas que fazem as operações...

 

Aliás é a mesma situação noutras profissões, onde tudo é, vigarizado, aldrabado, inflaccionado, para render mais uns dinheiros, a única coisa em comum, é que é feita por licenciados... Também, os governos, e taxas, e outras burocracias, é tudo aldrabices, sem enquadramento legal, cujo único propósito é fazer os outros perderem tempo com, regulamentos, e papelada, e menos dinheiro, para que seja mais difícil e moroso, realizar os trabalhos; depois é vê-los a despejar tudo e mais alguma coisa no oceano, e na atmosfera, a fiscalizar os outros, e com o aval do governo.

 

Felizmente, que as máquinas ganharam, e são máquinas que fabricam outras máquinas, para fabricarem tudo e mais alguma coisa... Depois veem os licenciados, especialmente, os oficiais, sejam, militares, polícias, guardas, ou fiscais, e toca a danificar as máquinas porque elas são a causa de não haver emprego, e pior, ajudam a contabilizar o que cada um ganha, podendo servir de prova que alguns têm mais do que ganham!

 

Depois as famílias, face à sua miserável existência, têm esquemas para tudo, sendo o mais vil e cruel, o rapto, ou a troca, de recém-nascidos, com o intuito de neutralizar a concorrência, sendo tais crianças maltratadas em tenra idade, e danificadas gravemente para se tornarem adultos incapazes de terem a força necessária para o trabalho, pois os trabalhos são tão escassos, que fazem tudo para os realizar, chegando mesmo a criar empresas de fachada, para ocupar multidões de gente onde nada há para fazer! Até pagam para tornarem os outros inválidos absolutos, e pagam as pensões, tudo para ganharem os salários mais chorudos! Etc.

 

Mas, o facto é que ninguém quer coisas produzidas por mão-de-obra, todos querem a perfeição das máquinas... O que explica porque não existem máquinas para, nos removerem, as fezes, e urina, e súor, e nos lavar, e limpar, e secar, porque tal procedimento é feito por quem pode, e quando já não pode, será maltratado pelos anormais dos licenciados, que nem abutres, mas, abutres em busca das riquezas acumuladas ao longo da vida.

 

Enfim, o mundo ideal é aquele em que as lojas e distribuição seja todo feito por máquinas, para acabar com a adulteração dos produtos, e tal só não existe em pleno século XXI, porque o que as máquinas produzem não chega para todos, ou seja, está tudo comprado e com destino, e os restantes comem e bebem o que os outros evacuam, excepto em alguns casos de furto de tais produtos, e que acabam distribuídos nas redes de distribuição realizadas por humanos.

 

Um verdadeiro desafio, viver e sobreviver, nos aglomerados urbanos, onde tudo parece ser óptimo, onde tudo parece ter qualidade, mas, com o passar dos anos, fica provado que não é assim, pois os corpos vão apodrecendo, sendo mais visiveis os estragos, nos dentes, nos cabelos, na pele, de quase todos nós!


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 12.11.13 às 18:56link do post | favorito

O lema é sempre o mesmo, sacar dinheiro, por todos os meios possíveis...

 

Quais direitos, quais quê, isto por aqui, neste jardim à beira-mar plantado (mesmo que o mar cheire a esgoto), no fim do dia, o que conta é quanto se conseguiu meter ao bolso, trabalhar é para os tolos, rouba-se, mata-se, engana-se, tudo vale para ficar com o que é dos outros, e ainda fazê-los passar por criminosos e infractores... Viva o século XXI!

 

Então agora voltaram a usar, o antigo, a cair aos bocados, Liceu Camões, para sacar dinheiro dos cofres, mas, os cofres são deles, o que fica tudo pasmado com a falta de lógica destas notícias:

 

sicnoticias.sapo.pt/pais/2013/11/12/alunos-do-liceu-camoes-angariam-fundos-para-recuperar-edificio

 

www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=3340752&seccao=Sul

 

Mas, a C. M. L. já tinha aprovado a restauração, o que ainda torna a coisa mais difícil de digerir, até porque tal edifício já tinha sido declarado impróprio para a utilização escolar, mas, os ilustres antigos alunos, e os papás, decidem mandar e mantêr tudo inalterado, e até conseguem a loucura de declarar em entrevista televisiva que a degradação está elevada e a qualquer momento pode acontecer uma calamidade; ora se um responsável por esse estabelecimento declara que está iminente de ruir, porque espera para decretar a proibição de, os alunos e docentes, entrarem em tal edificado devoluto? Deve ser anormal, só pode.

 

Aliás isto é a mesma coisa que fizeram na Maternidade Alfredo da Costa, a qual não tem condições, mas por isso mesmo serve para, peditórios e objecto para financiamentos, que é o que quem impede o encerramento pretende, sacar mais dinheiro!


mais sobre mim
Novembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15

17
18
19
20
22
23

26
27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds