comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 30.09.13 às 23:54link do post | favorito

Resultados eleitorais das autárquicas de 2013:

 

Cerca de 75% da população em idade de votar, votou em branco ou nulo, ou absteve-se de participar, ou seja, nem sequer se deslocou até aos locais onde colocam caixas manhosas, com ranhura, para depositar boletins de votos (as canetas também são manhosas, variando a marca de freguesia para freguesia), em mesas geralmente pertença do parque escolar...

 

O PS ganhou a nível nacional, ou seja, obteve cerca do dobro dos votos do PSD, o que significa que foi o partido que conseguiu gastar mais dinheiro em, esquemas, fraudes, furtos, aplicação ilegal de regulamentos, obra social com o dinheiro fruto do trabalho de outros (quem consegue realizar capital), ou seja, a eleição é o balanço final da despesa efectuado pelos partidos desde a eleição anterior (neste caso, despesa a nível local)...

 

Se o processo eleitoral fosse para decidir quem vai gastar dinheiro nos próximos anos, haveria centenas de mortos, por todo o país, para garantir que tal indivíduo, ou grupo, seria o eleito a tal...

 

Esta é a forma como se desenrola a distribuição da riqueza em Portugal para evitar assassinatos políticos, dia sim, dia sim! Aliás tal grupo eleitoral faz tudo por dinheiro, desde venda de bebés por encomenda, filhas a sacar dinheiro nos bordéis (sendo bastante conhecido o bordel da Damaia, no concelho da Amadora, pertença do Coelho), filhos e filhas (as feias) a trabalhar no comércio, imputação de dívidas e passivos a recém-nascidos, e muito mais, é o vale tudo...


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 27.09.13 às 17:39link do post | favorito

São uns canalhas, e pulhas, essa gente do governo português, desde o mais insignificante funcionário público (que diz o povo, e bem, parece que têm o rei na barriga), ao tão odiado, primeiro e vice, ministro, nomeadamente, o Pedro Coelho, e o Paulo Portas. E também todos os que realmente governam, e apenas colocam estes pelintras, dependentes dos salários que lhes pagam, para fingir que governam.

 

Ora vejamos, porque será que todos os negócios, nomeadamente lojas, quanto menos lucro dá, mais lojas dessa actividade económica existe?

 

A ver se consigo explicar, que governo, que seja um governo de bem e correcto nas suas acções, deixa haver excesso de empresas num determinado sector de exploração, se sabe, quanto lucro dá, quantos clientes existem, e que noutras localidades, o mesmo tipo de empresas apenas factura X...

 

A ver se faz sentido, que governo, estuda os casos de insucesso, nomeadamente, os sectores, oficina automóvel e motociclo, restauração e alojamento, cabeleireiro, os quais têm tanta loja deste tipo que se torna difícil facturar, havendo muito restaurante, e cabeleireiro, que passam, manhãs, ou tardes, ou noites, sem um único freguês... No entanto o governo está a estudar a facturação destes sectores, se calhar, como perdeu o sector da electricidade, agora deve estar a estudar criar uma empresa pública que mande em toda a restauração e alojamento nacional! Quem sabe?

 

Ou seja, o governo, tem as empresas públicas de sucesso, com lucros de um milhão de euros por cada euro investido, o caso das, águas públicas, esgotos, recolha de lixo, etc., tudo exclusivo de empresas públicas, e câmaras municipais, ou seja, aquilo que toda a população utiliza, até porque uma habitação, para estar legal, tem de ter ligação à rede de águas e esgotos... Logo factura sobre cada fogo habitacional, sobre cada terreno legalizado, o que é brutal, em termos de facturação, e até como toda a população sabe por experiência, não tem qualquer serviço de manutenção, se um cano arrebentar o residente chama o canalizador e paga...

 

Estamos perante um governo, que são gestores muito astutos, que tudo o que dá lucros avultados, é exclusivo do governo e sua estrutura organizacional, e apenas é autorizado ao comum do cidadão, algumas actividades económicas, as quais estão sempre destinadas ao fracasso comercial lucrativo, porque são negócios locais, sem fregueses necessitados, do serviço, ou bem...

 

Canalhas e dos grandes! Gatunos do sucesso dos cidadãos! E por incrível, os cidadãos é que são os governantes das cidades, mas, esses pulhas é que são o governo nacional (nem uma árvore lhes escapa, nem um peixe, nada, é tudo deles)! Quem nunca mais vota, em eleições, é a minha pessoa singular, e só espero que daqui a 5 anos a abstenção, em Portugal, chegue aos 90%, ou mais! Safa...


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 25.09.13 às 22:31link do post | favorito

Tanta conversa sobre a União Europeia, e acho que sou o único que acha estranho não haver sequer um programa europeu para o queixoso publicar a sua alegação... Publicava que, furtaram o veículo, matrícula ZZ-00-00, na rua X, pelas horas tal do dia Z... Assalto à mão armada em pleno metropolitano de Paris, na linha Verde, na paragem Y, pelas horas tal do dia W...

 

Enfim, um sistema de informação, de acesso público na internet, tanto para o queixoso, como para o visitante, onde tudo podia ser consultado, em tempo real, com pesquisa por, país, cidade, data, etc., do local de ocorrência, para que se pudesse realmente analisar a educação de cada povo, rua a rua...

 

Mas, parece que tal TI, seria demasiado usado e nunca estaria online devido ao excesso de tráfego...

 

Além disso, parece que tanto para a Europa, ou neste caso, Portugal, não importa quem usufrui do bem ou serviço, mesmo que esse alguém não seja aquele que o pagou, porque no caso do bem, continuaria a circular no território, e por conseguinte continuaria propriedade desse território!

 

Já estou a vêr o Coelho, a ordenar por decreto em Diário da República, que o queixoso que não preenche-se o formulário online seria multado com coima de 5 a 10 dias, e que os serviços dos perdidos e achados, estariam abertos ao público sem internet, para preenchimento do formulário, após o pagamento da verba de 25 euros. Ou seja, era-se roubado e depois ainda tinha que pagar os emolumentos do serviço público (sempre a lucrar o estado português)...

 

Aliás os TI só servem para a factura da sopa que um gajo comeu no restaurante da badalhoca, e assim... A nojeira do comércio é que eles não colocam na factura... E já agora, também punham na factura, a designação daquilo que um gajo realmente comeu, o bife que o cão cheirou e não comeu, e o cozinheiro marinou na própria urina, ou diminuitivo para, coisa intragável, ou, come e cala...

 

Só que continua a ser roubos atrás de roubos, e até quando apanham o polícia em flagrante delito, depois vem a notícia que afinal apenas é alegado culpado, por falta de cem testemunhas (ou mais)...


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 24.09.13 às 13:27link do post | favorito

Desde o Portas, ao Cavaco, passando pelo Coelho, e todos os dirigentes, e polícias, e militares, e bombeiros, são ladrões porque, não têm rendimentos, nem declarações de rendimentos, vivem dos cortes e trafulhices de orçamentos (financiado com a carteira dos outros), e por incrível que pareça, o dinheiro acaba sempre no mesmo bolso, do fornecedor de armas, desde míssil a pistola...

 

Típico comportamento do nazismo, e seus seguidores, onde tudo é investido em armamento bélico.

 

Aliás, as várias divisões, nazismo, socialismo, comunismo, cristianismo, etc., são as doze tribos, onde estão os escolhidos (estão na lista).

 

Agora, na sociedade portuguesa, a moda, é o licenciado, estudante do ensino superior, típico pelintra, que não consegue vingar no mercado de trabalho, porque o mercado de trabalho procura profissionais, e não ignorantes dos métodos e procedimentos profissionais (o comum do licenciado)... Ou seja, ocupam os postos de trabalho, para sacar os salários e entregar tudo à cédula nazi (ou outra) a que pertençam... É claro, que a maioria dos licenciados, nem tem noção disto do nazismo, até porque o dinheiro nunca lhes chega às mãos, pois a entidade empregadora apenas pode pagar a profissionais, e eles não têm, com certeza, curso profissional, e assim são pagos com subsídios, e sem recibo legal emitido. Mas, a entidade empregadora fica, sem o trabalho, efectuado e realizado por um profissional, ou seja, só dá mais prejuízo, que leva a mais cortes, e assim.

 

A prova actual, é que o governo ordena o corte de rendimentos a algumas pessoas, mas, aumentam as rendas das habitações para todos, o que viola os direitos base da constituição da república, até porque, as pessoas passam a sua existência, a pagar rendas de casas com dinheiro que devia ser utilizado numa alimentação saudável e variada, mas, tal não acontece, havendo muitos que comem, pão com margarina, e arroz com ovo... Ou seja, um governo, que não protege o direito à habitação, e aplica (na práctica) taxas sobre os que nem têm direito a uma alimentação saudável, tudo para conseguir enfraquecer a população, e efectuar os furtos e roubos, também chamados de troika e cortes.


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 23.09.13 às 13:44link do post | favorito

O Wall Street Journal diz que Portugal está no topo, até que enfim, o reconhecimento internacional...

 

economico.sapo.pt/noticias/wsj-portugal-esta-no-topo-dos-problemas-da-zona-euro_177707.html

 

Mas, apesar de sermos doentes, aqui em Portugal, e bastante estúpidos, ainda não somos gágas; ora, se a Europa quisesse resgatar Portugal, se quisesse que Portugal produza mais, colocavam máquinas, milhares de máquinas a produzir, ou seja, fábricas que não precisam de mão-de-obra, é só colocar matéria-prima nos silos, e distribuir o produto acabado, mas, pelos vistos a Europa não quer, por isso o Wall Street Journal, e os seus jornalistas podem ir dar uma volta, que não sabem nada de nada!

 

Ah, sabem sabem! Não não sabem... Parece que afinal sabem tudo! Não, não sabem mesmo.


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 22.09.13 às 23:08link do post | favorito

A Europa deve ser o continente com a maior percentagem de doidos no mundo inteiro.

 

Os alemães agora estão no comunismo, e assim parece que vai ser durante décadas, o que não é melhor, nem pior, que o nazismo, porque é tudo merda de ideologias, para impedir os de ideologias diferentes viverem a sua ideologia (fascismo).

 

O problema dessas ideologias é que não têm qualquer ideal.

 

Aliás é minha convicção que a Bíblia Sagrada é um livro nazi, e que antes das guerras mundiais não existia, e que foi escrito como código para acções e ordens a serem executadas pelos nazis (mais conhecidos por sacerdotes e igrejas, ou seja, pastores e padres). A parte da arca de Noé é quando o objectivo é exterminar tudo e todos...

 

expresso.sapo.pt/vitoria-de-merkel-pode-chegar-a-maioria-absoluta=f831832

 

Depois ainda não desistiram de sacar dinheiro de Portugal e da Grécia, sim, porque contribuir para o resgate dos países do Sul, significa emprestar dinheiro, o qual tem de ser pago e com juros, ora, como a população não recebe nada, e quem o gasta, pelos vistos também não paga, só resta perguntar a esses otários dos alemães porque não desistem de viver às custas dos países do Sul, devido aos lucros que continuam a querer ganhar? Deve ser dinheiro para implementar mais fascismo por aqui, para mandarem nos pobres...

 

Ao que a Europa chegou, quando para mantêr a sua história, primeiro matou a maioria dos europeus com o nazismo e as guerras mundiais, depois implementa o fascismo em zonas que nem saneamento básico tem.

 

Qualquer dia, até para limpar o cú, se tem de ir às finanças carimbar o papel higiénico...


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 20.09.13 às 18:44link do post | favorito

Este país, plantado à beira-mar, cheio de gente, cujos actos, só dão para rir.

 

Ora vejamos, se fosse feito um questionário, a nível nacional, teriamos o seguinte espelho da população: É muito cavaco e malvado, e muita malfeitora, tudo junto como nas prisões.

 

As questões seriam:

 

1. Algum dos seus pais, lhe diziam, em pequeno, que lhes devia dinheiro, devido pelo, comer na mesa, e vestuário, e livros da escola, etc.?

 

2. Quando dorme na mesma cama que o seu companheiro(a) acorda com dores no anús? Se sim, o seu companheiro(a) dá-lhe comprimidos para dormir?

 

3. Sabia que os idosos são espancados, com estalos e pancadas, pelos, motoristas, auxiliares, e pessoal de limpeza, nos lares de repouso?

 

Ou seja, um gajo nasce no meio do fedor, passa a meninice a ser perseguido e espancado pelos credores, depois, na fase adulta, passa a vida a ser abusado sexualmente pelo companheiro, enquanto dorme profundamente, e acaba num lar, com outros velhotes, para ser maltratado, tudo porque querem o dinheiro, mas, a ironia é que, tanto o que leva, como o que dá, maltratos, nasceu nú, sem nada. Então porque insistem que temos de pagar?


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 15.09.13 às 20:33link do post | favorito

Segundo, José Seguro, que declarou, que o Governo quer pôr pensionistas a financiar buracos orçamentais, a questão é, então e o que vai a autoridade a que o José Seguro pertence fazer? Nada, como nada? Porquê? E o dever de fazer cumprir a legislação?

 

www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/seguro_governo_quer_por_pensionistas_a_financiar_buracos_orcamentais.html

 

Então, mas, isso de colocar o dinheiro dos outros a financiar as bolsas dos ladrões não é novidade, aos anos, que usam a inflacção no PVP, dos bens que podem ser adquiridos nas lojas comerciais, para financiar todos e tudo, menos o adquirente... Já para não falar do dinheiro do IRS e IVA que é retido em sede...

 

Isto de colocar os ladrões na TV a declarar aquilo que eles e os seus pares fazem, não se entende! O que será que os meios de comunicação social pretendem? Avisar os outros ladrões que foram apanhados? Ou para mudarem de "modus operandi" criminoso, que esse não funciona?

 

Aliás, a violação da bolsa alheia já aconteceu nos depósitos bancários, ou seja, nos depósitos a prazo, onde o dinheiro tem de estar na data de término do prazo do depósito e com mais dinheiro do que o constituído inicialmente. Isto das reformas é o mesmo dos depósitos à ordem, ora, se o depósito é feito à ordem, é para estar parado até o titular dar a ordem de levantamento, mas, se alguém usar esse dinheiro, deixa de estar à ordem, e passa a estar em parte incerta, pois não pode estar em dois sítios, no mesmo momento.

 

Como é que os pensionistas podem financiar o quer que seja, se não são entidade financeira, e o dinheiro é para estar parado até ser usado para pagar as prestações aos pensionistas... Primeiro colocam o dinheiro em fundos geridos por entidades financeiras, depois o dinheiro desaparece, depois a notícia diz, os depositantes (neste caso os pensionistas) financiaram algo que ninguém tem conhecimento, nem sequer foi comunicado aos pensionistas, por via legal, que estão a ser obrigados a financiar alguma operação de terceiros...

 

Autoridades em Portugal, não existe nem uma, é tudo conivente e como tal é tudo criminosos, pois se estão coniventes com crimes conhecidos por todos e nenhuma autoridade actua, então não são autoridades, mas, entidades clandestinas que se fazem passar por autoridades, para enganarem os queixosos. Por outras palavras, o esquema da democracia mundial do século XXI, sendo a sua casa mãe a ONU.


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 07.09.13 às 20:55link do post | favorito

No fundo, esses gajos dos partidos políticos são incompetentes, uma cambada de inúteis, que depende do partido, para tudo, e mais alguma coisa.

 

Um partido político é uma pessoa colectiva, e no seu colectivo é que tem pessoas singulares que sabem disto e daquilo, e uns são especialistas em certas ciências, e outros noutras, mas, o Passos Coelho é um bruto que nada sabe, e necessita de consultar o partido sempre que aparece problema para resolver, e um gajo assim não serve para nada, quanto mais para roubar os pensionistas. Na minha opinião, é ilegal ocupar um cargo por pessoa singular que não está habilitado para tal, e usa terceiros para mostrar resultados, e até é ilegal, alguém assim, se candidatar a um cargo político. O regime precisava era de doutores que se saibam desenrascar sòzinhos, sem precisar de outros, porque nem lhes dizendo o que fazer e dizer, eles conseguem vingar!

 

O mesmo se passa com os juízes, que são todos uns incompetentes, que dependem das perícias de outros, para verificar o sucedido, e este processo de querer descobrir o que realmente aconteceu, é coisa de gente estúpida, que ninguém subscreve, porque todos as partes envolvidas apenas têm um interesse, ganhar dinheiro a julgar os outros, e se ganharem mais a condenar este ou aquele, então assim acontece. A própria justiça e as suas penalizações são demonstração de um governo bárbaro, da idade do ferro, onde a violência e força é lei.

 

É com pesar que assistimos a linchamentos nos meios sociais, o último, um indíviduo declarado homícida de um executor, mas, sem julgamento, nem tribunal que o condene. Como prova o tribunal, que foi esse o homem que disparou a arma? E se a arma não estiver registada, como prova que lhe pertence? E se lá estava a GNR, que garantias existe que não foi um dos guardas, pago por terceiros, que fez tal acto, e fez dele o bode expiatório? Até porque tudo isto por causa de um muro, que afinal estava a ser derrubado pelo filho do morto, parece algo impensável, como é que um executor de mandato judicial leva o próprio filho para executar a ordem do tribunal, e ao mesmo tempo, que tipo de tribunal manda derrubar um muro, em zonas de casas sem qualquer envolvente, ou seja, um muro num terreno com chão de areia, nem passeios tem, nem a casa está pintada, ou seja, construção sem registo ou licenciamento, sem qualquer interesse porque está no meio de nada... Enfim esbanjamento dos meios policiais, e do INEM, tudo porque um juíz incompetente, ou serviços de tribunais, passaram um documento oficial que mandava demolir algo que nem dono registado tem, como é isto possível? Século XXI ou século zero?

 

rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=25&did=121192

cmtv.sapo.pt/atualidade/detalhe/exclusivo-cmtv-sogros-de-homicida-explicam-conflito.html


comentar
publicado por Lisboeta1970-, em 06.09.13 às 14:18link do post | favorito

Agora passam a não serem necessárias licenças, mas, as câmaras municipais licenciam os graffitis dos requerentes! Confuso no mínimo, como, todos os documentos publicados em diário da república, até porque nunca informa qual o enquadramento legal do mesmo...

 

sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=83545

 

Hoje, no "Jornal da Uma" na TVI, mostraram o José Seguro, do PS, a lavar paredes sujas com tinta de spray, e na minha opinião, ou foi o próprio José Seguro que sujou a parede com tinta de spray, ou quer cumprir pena (à sua maneira, sem que ninguém perceba) de acções cometidas por ele no passado (pintou e sujou paredes com mensagens e desenhos)...

 

O José Seguro é o típico atrasado mental, com duas caras, ou seja, quando está em público é um cidadão cumpridor e honesto, quando ninguém está por perto é um marginal que estraga os bens alheios. Aliás uma câmara escondida fàcilmente o apanha na sua conduta dupla (e com este até é obrigatório violar a sua privacidade)... Quem não o conheça que o compre!

 

A questão é se estes gajos da política e justiça podem ter cadastro, se podem praticar crimes, e mantêr o exercício de funções. Toda a gente sabe que fazem tudo para ganhar dinheiro, desde negócios, a extorsão (do tipo, ou pagas, ou estrago o que é teu), até à fiscalização sem encomenda do serviço e com aplicação imediata de coima ou apropriação de bens do presumido infractor (o típico polícia/juiz/executor).

 

E não tem diferença entre partidos políticos, todos eles passam a vida a sujar paredes, com cartazes, com tinta, enfim, com o exercício do direito a se exprimirem, forçando os outros a tomarem conhecimento das suas más condutas...

 

É como os tribunais não terem câmara escondida visível na internet, aí é que se descobria as duplas condutas de gajos que não servem nem para limpar o próprio rabo (desde, juízes, advogados armados em juízes, funcionários armados em advogados, polícias armados com pistola, etc.). E só assim, com uma sociedade aberta, o cidadão podia exercer cidadania e governar a sua cidade, impedindo os infractores de prejudicar os outros.

 

Voltando à lei dos graffiti, só demonstra a falta de legislação na protecção do cidadão, o qual pode estar a passear e leva com os vapores de tinta na tromba, porque não precisam de licença, e como tal é o vale tudo, e como a tinta é tóxica o pintor usa máscara, mas, quem tiver o azar de passar no local fica com os pulmões atacados, e na certa, uma dor de cabeça para o resto do dia!


mais sobre mim
Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
21

26
28

29


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds